As Normas técnicas têm por objetivo regulamentar a fabricação e a instalação de produtos e serviços, tendo como órgão responsável a ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

A Marca Nacional de Conformidade pode vir estampada no produto ou na embalagem:

A NBR 5361 é a norma brasileira de disjuntores, que define as características construtivas e ensaios. Os disjuntores Lorenzetti têm gravada a marca nacional de conformidade, que garante que eles atendem a todos os ítens da norma, sendo assim um produto confiável e seguro. As normas têm prazo de validade e são verificadas periodicamente.
Desde 15 de maio de 2001 é obrigatório para todos os disjuntores até 63A a marca de conformidade.

Outra norma muito importante é a NBR 5410, que regulamenta as instalações elétricas, que determina como escolher corretamente os componentes de uma instalação. Vale lembrar que muitos dos problemas encontrados em instalações elétricas são devidos ao não atendimento das definições desta norma.

Determinações da Norma NBR 5410 para instalações elétricas

Condições para se estabelecer a quantidade mínima de pontos de luz:

  • Prever pelo menos um ponto de luz no teto, comandado por um interruptor de parede.
  • Arandelas no banheiro devem estar distantes, no mínimo 60 cm do limite do boxe.

Condiçoes para se estabelecer a potência mínima de iluminação:
A carga de iluminação é feita em função da área do cômodo da residência

  • Para área igual ou inferior a 6m²: atribuir um mínimo de 100 VA.
  • Para área superior a 6m²: atribuir um mínimo de 100 VA para os primeiros 6m², acrescido de 60 VA para cada aumento de 4m² inteiros.

Condições para estabelecer a quantidade mínima de tomadas de uso geral (TUGs):

  • Cômodos ou dependências com área igual ou inferior a 6m²: no mínimo uma tomada.
  • Cômodos ou dependências com mais de 6m²: no mínimo uma tomada para cada 5m ou fração de perímetro, espaçadas tão uniformemente quanto possível.
  • Cozinhas, copas, copas-cozinhas: uma tomada para cada 3,5m ou fração de perímetro, independente da área.
  • Subsolos, varandas, garagens ou sótãos: pelo menos uma tomada.
  • Banheiros: no mínimo uma tomada junto ao lavatório com uma distância mínima de 60cm do limite do boxe.

Condições para estabelecer a potência mínima de tomadas de uso geral (TUGs):

  • Banheiros, cozinhas, copas, copas-cozinhas, áreas de serviço, lavanderias e locais semelhantes: atribuir, no mínimo, 600VA por tomada, até 3 tomadas. Atribuir 100VA para os excedentes.
  • Demais cômodos ou dependências: atribuir no mínimo, 100VA por tomada.

Condições para estabelecer a quantidade de tomadas de uso específico (TUEs):

  • A quantidade de TUEs é estabelicida de acordo com o número de aparelhos de utilização com corrente nominal superior a 10A. Atribuir a potência nominal do equipamento a ser alimentado.

Condições gerais

  • Prever circuitos de iluminação separados dos circuitos de tomadas de uso geral (TUGs).
  • Prever circuitos independentes, exclusivos para tomadas de uso específico (TUEs).
  • Cada circuito terminal é ligado a um dispositivo de proteção que pode ser:
    • um disjuntor termomagnético (DTM)
    • um interruptor diferencial residual (IDR)
    • um interruptor diferencial residual (IDR) + um disjuntor termomagnético (DTM)
© 2018 Legrand - Todos os direitos reservados